Escolher os looks para trabalhar nem sempre é uma tarefa fácil. Na verdade, pode ser bem mais difícil escolher e construir um armário de trabalho do que o seu armário de roupas casuais, dependendo do seu estilo! E é aí que o consultor de imagem pode ajudar – e muito -, traduzindo o seu estilo pessoal para o seu armário de roupas de trabalho, encontrando, junto com você, um jeito de traduzir a sua personalidade para os looks do seu dia a dia profissional. Eu sou fã da alfaiataria da Zara (excelente custo/benefício), e escolhi algumas peças/looks que podem ser encontradas nas lojas para ilustrar esse post.

super formal X formal X informal
super formal X formal X informal: qual é o seu ambiente de trabalho?

Cada ambiente de trabalho requer um código de vestimenta; entretanto, independentemente do código de vestimenta do ambiente onde você trabalha, a roupa de trabalho tem características próprias, que devem evidenciar, ao mesmo tempo e de modo coerente, a sua personalidade e o lugar onde você trabalha. Seja num ambiente de trabalho super formal ou super informal, eu recomendaria sempre fugir de peças muito sensuais, dedinhos de fora, decotes profundos e jeans rasgados. Num mundo cada vez mais conectado e interligado, nós nunca sabemos quando vai surgir uma reunião super importante no meio do dia, que pode até mesmo ser com alguém de um outro universo de trabalho – e você certamente quer que sua imagem seja sempre o mais profissional possível.

Se o seu trabalho é super formal, será bem difícil que os homens consigam fugir do terno e que as mulheres tenham muitas alternativas ao tailleur – afinal, nestes ambientes muito formais, o que se espera é uma aparência mais convencional e séria, traduzindo eficiência e inspirando segurança. Neste caso, já que é praticamente impossível fugir da alfaiataria, de cores mais neutras, das saias na altura do joelho, de decotes mais fechados, e das calças confortáveis e não tão justas, é ainda mais importante prestar atenção na etiqueta de composição das peças, priorizando sempre tecidos de fibra natural, que esquentam menos e deixam a pele respirar com maior facilidade, ou a viscose, e evitando ao máximo o poliéster, o nylon e o acrílico.

Acho que é mesmo nos ambientes mais formais de trabalho que os tecidos e texturas diferentes ganham mais importância, pois poderão adicionar personalidade ao seu look e fazer com que o seu armário diário passe longe da chatice! Tailleurs de linho usados com uma bela camiseta de seda podem ser uma ótima solução para dias muito quentes, ao passo que um tailleur de veludo cotelê será quentinho o suficiente pro inverno e nada óbvio, com uma bela camisa de algodão. É possível incorporar as tendências nesse armário ultra formal: o xadrez (principalmente o Príncipe de Gales) está (e ainda continuará por mais um bom tempo) SUPER em alta. Estampas muito tradicionais podem ser facilmente adotadas nestes ambientes formais de trabalho sem chamar muita atenção.

Se o seu ambiente de trabalho é um pouco menos formal (o que não significa mostrar a barriga, usar saias muito curtas ou muito justas), você tem um pouco mais de espaço de manobra pra se vestir. As cores já começam a ter um pouco mais de chance, e estampas clássicas podem fazer parte do seu look. Neste ambiente de trabalho, o comprimento midi (que é um comprimento da moda) pode ser usado: saias midi ficam ótimas com sapatilhas e, se for rodadinha, não vai grudar no corpo. Eu adoro usar saia midi com t-shirt de algodão no verão: fica bem fresquinho e “arrumadinha sem esforço”, sabe? E dá espaço pra colocar um colar mais comprido (efeito alongador da silhueta!) sem deixar o visual com informações demais. Um look de saia midi com camisa também fica muito chique. Já no inverno, acho que as saias um pouco acima do joelho, em tweed, combinadas com seus blazers, também tem vez – principalmente se usadas com meia calça preta.

Mas se o seu ambiente de trabalho é super informal (por exemplo, no meio artístico ou criativo), o código de vestimento é o mais desencanado, ousado e criativo possível – o que não significa vulgar. Então, mesmo nesses ambientes bem informais, é bom ficar longe de looks que você usaria numa noitada, que sejam muito sensuais, ou que você usaria na academia. Pra quem trabalha nessas áreas criativas, eu recomendaria abusar das estampas e peças em jacquard, e aproveitar pra usar acessórios mais chamativos, mas buscando sempre uma coerência no look – afinal, você não sabe com quem vai encontrar e se relacionar ao longo do dia!

Quanto aos sapatos, o styling dessas fotos não ajudou muito… mas pensemos em scarpins ou sapatilhas sem decotes muito evidentes. Botas baixas ou com salto médio, sem muitos detalhes e/ou ferragens exóticas, também tem sua vez. Em geral, os sapatos que circulam nos ambientes de trabalho não devem ter saltos muito altos nem finos.

E, ao pensarmos no universo das bolsas, livre-se do compromisso de combinar bolsa com o sapato – essa dobradinha não tem mais nada a ver! A bolsa e o sapato devem conversar, mas não precisam ser iguais, da mesma cor ou material.

O armário de trabalho não deve ser muito conservador, já que poderia passar uma imagem de desatualizado, mas também não deve adotar todas as últimas tendências da moda porque, nesse caso, a imagem transmitida pode ser de futilidade. Como sempre, o ideal é ter equilíbrio!

2 comentários em “Roupas não-óbvias para trabalhar

    1. Mas você também pode usar terninhos num ambiente mais informal! Tudo vai depender da maneira como você vai usar as peças e quais acessórios vai escolher (; a ideia aqui é sempre pensar fora da caixa e traduzir a personalidade nos looks!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s