Pra vestir e amar o corpo que se tem

Já conversamos muito por aqui sobre as maneiras como a consultoria de imagem pode nos empoderar e garantir um olhar mais gentil com aquela pessoa que nos observa no espelho, e a importância de termos a autoestima bem trabalhada, mas esse é um assunto inesgotável e, por mais que eu tente a cada dia melhorar a minha autoimagem, sempre há o que superar.

Estamos de férias no Brasil e passamos alguns dias em Brasília, e nos hospedamos no Brasília Palace Hotel. Estava um calor de matar e a piscina do hotel era convidativa. Mas e a coragem de colocar o corpo pra jogo, principalmente depois da comilança intensa desde o dia que cheguei ao Brasil?

Em pouco mais de 2 semanas em terras brasilis, eu acho que já engordei uns 3 quilos. Estou me permitindo comer tudo o que eu amo e sinto falta quando estamos na Armênia. Minha barriga está demonstrando isso pra quem quiser ver. Mas eu vesti o maiô e fui pra piscina mesmo assim, sem vergonha nem medo de aproveitar o sol.

E não foi só isso: eu tirei fotos de maiô relaxando à beira da piscina, e ainda tive coragem de postar no Instagram. Sim, coragem. Porque é claro que é preciso coragem pra expor a celulite, a pança proeminente, o bracinho gorducho e as pernas roliças na rede social sem nenhum retoque.

Mas a coragem maior é a aceitação diária do corpo que se tem, e amar incondicionalmente a pele onde se habita. Quanto mais eu respeito o meu corpo e me visto de acordo com as minhas medidas e proporções, mais autêntica é a imagem que eu transmito pro mundo, e mais confiança eu sinto. Da próxima vez que você for se vestir e se olhar no espelho, que tal tentar isso também?

07 dias só com mala de bordo em Dubai!

Estamos viajantes por aqui essa semana, não é mesmo?! Acontece que, graças a Deus, realmente tivemos a oportunidade de viajar muito nos meses de novembro e dezembro e, como é época de férias, acho útil compartilhar informações que ajudem viajantes fashion a arrumarem suas malas de maneira inteligente!

Em dezembro, passamos 1 semana em Dubai, com direito a uma day trip pra Abu Dhabi, e obviamente não queríamos despachar bagagem. Com a organização certa, pensando direitinho na nossa programação, foi possível montar uma mala de bordo inteligente pra mim e outra pro marido!

Essa viagem tinha uma programação interessante: queríamos aproveitar as ofertas da culinária internacional em Dubai, ao mesmo tempo em que iríamos para 1 parque aquático e 3 parques temáticos! Eu queria uma mala prática, com looks bonitos e confortáveis e que, preferencialmente, não desrespeitassem a cultura árabe. Com as temperaturas beirando os 30ºC, um ventinho um pouco inconveniente à noite, e muitos lugares climatizados, era importante estar preparado pra tudo!

IMG_8714
vestido Eva, suéter Cath Kidston, bolsa Saint Laurent, tênis Converse All Star, óculos Ray Ban
IMG_8781
quando o suéter Cath Kidston entrou em ação pra me proteger do vento na Marina de Dubai, o vestido Eva ficou parecendo uma saia!
IMG_8803
maiô Tryia para Riachuelo, short comprado em Walt Disney World
IMG_8826
camisa de chamois e vestido Eva (que, usada desse jeito, ficou parecendo uma saia), bolsa Chanel, sapatilhas Usaflex
IMG_8853
aqui dá pra ver o vestido melhor – o escolhido para a noite de Natal!

Pros parques temáticos, eu gosto de muito conforto e praticidade, então combinei t-shirts com a calça jeans. Pro parque Ferrari World, acabei indo com esse conjunto de moletom azul marinho – o que foi a minha sorte, já que é totalmente indoor e era o parque mais gelado de todos! – que é bem soltinho e muito confortável também.

IMG_8876
t-shirt Uniqlo, bolsa Saint Laurent, calça jeans Levis, tênis Converse All Star
IQML7294
t-shirt comprada no Wizarding World of Harry Potter, calça jeans Levis, tênis Converse All Star, óculos Aldo, mochila Uncle K
look ferrari
blusa e calça de moletom Farm, bolsa Saint Laurent, tênis Converse All Star

Além destas peças de roupa, eu ainda levei mais 3 t-shirts, 2 saias midi, 1 suéter de cashmere, 1 lenço de seda, 1 sapatilha e 1 chinelo Havaianas, além de meias, underwear e pijama. Só quando estava escolhendo as fotos pro post é que me dei conta de que não tirei foto de todos os looks que usei! My bad. No vôo, usei a calça jeans Levis e o tênis Converse All Star que aparecem nas fotos, uma camisa jeans, um cardigan de cashmere, um cachecol e o casacão. Dessa vez, levei a bolsa da Longchamp dobrada dentro da mala, caso fosse necessário usá-la pra acomodar alguma compra (mas graças a Deus não foi preciso! Consegui arrumar tudo tão direitinho que até o Nintendo Switch coube na mochila do marido hihihihi) e viajei com a mochila da Uncle K que aparece em uma das fotos.

Com isso, tá comprovado que dá pra levar muita roupa numa mala de mão, viajando com praticidade e mantendo a dignidade em temperaturas elevadas!

Looks de viagem no inverno europeu

É inverno no Hemisfério Norte, e as temperaturas nesta época do ano são bem mais baixas por aqui do que os brasileiros costumam estar acostumados. Nós passamos 1 mês viajando pelo Reino Unido e Irlanda e, embora ainda fosse outono, as temperaturas estavam muito baixas – principalmente no interior da Inglaterra e na Irlanda do Norte! – o que exigia roupas de inverno.

Eu já contei sobre a minha mala de verão e desmistifiquei o glamour que vemos nas redes sociais dos globetrotters: não tem nada de errado a gente querer ficar bonito durante as férias, mas a praticidade e o conforto são fundamentais pra quem caminha pela cidade inteira e/ou anda de metrô e ônibus, e não tem orçamento pra táxis, ubers e/ou motoristas particulares o tempo todo.

E, se já fomos econômicos naquela mala de verão, conseguimos nos superar pra essa viagem invernal: despachamos uma única mala grande, e cada um tinha uma bagagem de mão, além da minha bolsa pessoal Longchamp que acomoda todas as nossas coisas que poderíamos precisar acessar com facilidade durante o vôo.

Dessa vez eu não fiz post sobre a organização da mala por um motivo simples: eu só levei 6 peças de roupas minhas na mala, além do meu pijama, underwear, e a bolsa tiracolo e a mochila Prada. Como eu tinha planejado comprar mais roupas de inverno na Uniqlo (eu não sou ninguém sem a linha Heattech deles), eu não levei nem roupa térmica, só a que já foi no corpo. Pra viajar, eu usei uma tshirt de manga comprida, a calça cinza da GAP, o casaco preto da Zara, um suéter da Stradivarius (que eu usei um monte mas acabou não aparecendo em nenhuma foto aqui), e a bota marrom da UGG, que foi o único sapato que eu levei: depois comprei em Londres mais uma bota e um tênis. Então não seria justo mostrar uma mala arrumada sem nada né?

Numa viagem de 28 dias, nós pegamos trem 2 vezes, avião 1 vez, e viajamos 2 trechos de carro, e sabíamos que não ficaríamos só em perímetros urbanos, o que pedia roupas confortáveis de verdade. Nos organizamos para lavarmos nossas roupas 4 vezes, e nós nos viramos muito bem com uma única mala pra nós dois, que não excedeu 20kg até chegarmos à Irlanda do Norte. Foi só mesmo na Irlanda, nos últimos dias das nossas férias, que precisamos reorganizar a bagagem por conta dos meus livros ilustrados do Harry Potter, que são pesadíssimos!

Acreditem: em algumas dessas fotos, eu estou usando 3 calças, uma por baixo da outra! Consequentemente, a saia da Le Lis Blanc acabou virando peso morto (ainda bem que ela é leve, mas mesmo assim eu detesto carregar peso morto em viagens). E, em viagens de inverno, não tem jeito: o que vai aparecer mesmo é o casaco. A menos que você esteja disposto a ter uma bagagem imensa, é melhor não exagerar: eu fui com um casaco e levei mais um na mala, e acabei comprando mais um da Uniqlo (e acabei achando 3 casacos demais, podia ter me virado bem só com o da Zara e o da Uniqlo). Por mais que todo dia eu trocasse de blusa/camisa e suéter (à disposição, eu tinha 6 camisas, 8 blusas de gola alta, e 3 suéteres), nenhuma delas apareceu nestas fotos! E por quê?! Porque a gente acaba tirando mais fotos ao ar livre e, no frio, não dá pra tirar o casaco!

Os acessórios são, sem dúvida, os melhores amigos pra mudar a cara dos looks de inverno – no dia a dia e em viagens. Eu adoro cachecóis, e aproveitei pra comprar mais alguns de cashmere na Uniqlo (a cashmere deles é ótima!), além do cachecol enorme de lã que o marido me deu no dia do meu aniversário. Acabei comprando também o gorro vinho e as earmuffs da Accessorize, e antes do meio da viagem eu aposentei a boina da Stradivarius porque ela não protegia minhas orelhas.

IMG_7448
casaco Zara, cachecol e meia calça Heattech Uniqlo, saia Le Lis Blanc, botas UGG
IMG_7469
casaco e cachecol Zara, calça de veludo Heattech Uniqlo, botas UGG
LIPU0178
casaco e cachecol Zara, bolsa Prada, calça Heattech Uniqlo, tênis Vans
IMG_7806
boina Stradivarius, casaco Zara, calça Heattech Uniqlo, botas UGG, bolsa Prada
IMG_7882
casaco e cachecol Zara, earmuffs Accessorize, calça GAP, botas UGG, bolsa Prada
IMG_7990
mochila Prada, earmuffs Accessorize, casaco Zara, cachecol e calça Heattech Uniqlo, tênis Vans
DCOV3048
cachecol, luvas e calça Heattech Uniqlo, earmuffs Accessorize, óculos Ray Ban, casaco Zara, mochila Prada
HTAZ8208
earmuffs Accessorize, casaco Zara, cachecol e calça Uniqlo, mochila Prada, botas UGG
XVHG1798
gorro Aran Tradition, cachecol e casaco Uniqlo, calça John Lewis, bolsa Chanel, botas UGG
MVFH3371
gorro Aran Tradition, cachecol Edinburgh Woolen Mill, casaco Zara, calça John Lewis, mochila Prada
IMG_8383
gorro Aran Tradition, casaco e cachecol Zara, calça Uniqlo, botas UGG, mochila Prada
IMG_8407
earmuffs Accessorize, cachecol Edinburgh Woollen Mill, bolsa Prada, casaco Zara, luvas Uniqlo, calça GAP, botas UGG
RVQN5811
cachecol, blusa de gola alta e calça Heattech Uniqlo, casaco Zara, mochila Prada (embora não esteja na foto, eu estava com o tênis Vans nesse dia) – eu comprei várias cores dessa blusa de gola alta na Uniqlo e, embora não apareça nas outras fotos, foi praticamente o que eu usei durante a viagem!
XNVZ0854
gorro Aran Tradition, cachecol Edinburgh Woollen Mill, casaco Zara, mochila Prada, calça GAP, botas UGG
IMG_8628
gorro Aran Tradition, cachecol Edinburgh Woollen Mill, casaco Zara, calça Uniqlo, mochila Prada, botas UGG

 

 

Looks de viagem no verão europeu

Quando a gente viaja, é claro que a gente quer ficar bonitinha nas fotos: afinal, são estes registros aos quais vamos recorrer quando sentirmos saudade daquela viagem, além de mostrar pra nossa família e nossos amigos.

Mas manter a dignidade nos looks de uma viagem nem sempre é fácil, principalmente quando a ideia é carregar pouca coisa. Some-se a isso as longas horas andando pelas cidades, tomando transporte público, e ainda prestando atenção pra não sofrer um furto (os pick pockets estão por toda parte!) que pode transformar a alegria de uma viagem num transtorno sem fim.

Com o advento das redes sociais, o que a gente mais vê são pessoas lindas e glamurosas passeando por Paris, Berlim, Londres, Nova Iorque, etc etc, com seus saltos altíssimos e suas peças de luxo, porque tem carro à disposição e pode ser até que só desçam do carro pra fazer o #lookdodia ou pra entrar em algum restaurante caríssimo. Na vida real, não é assim que funciona: a gente entra no metrô e no ônibus, caminha pela cidade inteira, torce o pé nas calçadas nem sempre muito bem conservadas, entre outros.

Nas nossas últimas férias, que começaram no finalzinho de maio e se estenderam até o final de junho, a gente quis carregar a menor quantidade de coisas possível, o que naturalmente limitava os meus looks. Mas acho que consegui manter alguma dignidade, mesmo com o calor surreal que estava fazendo em Nice, Cannes, Mônaco, Milão, Berlim, Potsdam e Praga, combinando todas as peças que carreguei, e adicionando uns vestidinhos que comprei ao longo da viagem. Em Vienna, 2 dos 3 dias foram mais frescos; o dia em que fomos à Bratislava também estava um pouco mais fresco. Em Moscou e São Petersburgo estava frio – principalmente em São Petersburgo, onde as temperaturas não passaram dos 12ºC!

IMG_3910
casaco Uniqlo, t-shirt de manga comprida Zara, calça Zara, tênis Converse All Star, mochila Longchamp
IMG_4133
trench coat Burberry, calça jeans Cantão, tênis Usaflex, t-shirt de manga comprida Zara, mochila Longchamp
IMG_4241
Camiseta de algodão e short jeans Animale, sapatilha Usaflex, bolsa Gucci e cinto herdado da Mivó
IMG_4580
t-shirt Stradivarius, salopete Mango, bolsa Gucci, sandália Usaflex
IMG_0244
t-shirt Zara, short jeans Animale, bolsa Gucci, sandália Usaflex
IMG_4835
salopete Mango, t-shirt Zara, mochila Longchamp, sandália Usaflex
IMG_4912
camiseta de algodão e short jeans Animale, bolsa Gucci, sandália Usaflex, jaqueta impermeável Zara
IMG_5105
Salopete Mango, camisa de tricoline Zara, mochila Longchamp, tênis Converse All Star
IMG_5145
macaquinho H&M, bolsa Gucci, sandália Usaflex
IMG_0493
t-shirt Zara, short jeans Animale, bolsa Gucci, tênis Converse All Star
IMG_5200
vestido H&M, cardigan Tommy Hilfiger, bolsa Chloé, sandália Usaflex
IMG_0502
camiseta de algodão Animale, calça jeans Cantão, tênis Usaflex, mochila Longchamp
IMG_0628
vestido H&M, mochila Longchamp, sandália Usaflex
IMG_0669
jaqueta impermeável e t-shirt Zara, calça jeans Cantão, sapatilha Usaflex, bolsa Gucci
IMG_0806
t-shirt de manga comprida Zara, calça Cantão, mochila Fjällräven, tênis Usaflex
IMG_0834
camisa de tricoline Zara, short jeans Animale, mochila Fjällräven

Depois de 28 dias viajando de férias com o marido, voltamos pra Yerevan e eu fui pra Portugal encontrar meus pais! Foi uma continuação das férias, mas os looks foram outros, já que a maioria das peças que usei vieram do Brasil nas malas deles.

6174653776_img_1119
t-shirt Bershka, calça Animale, cinto ABrand, mochila Fjällräven
img_5509
suéter Cantão, calça Animale, tênis Converse All Star, mochila Fjällräven, colar Monte Carlo
img_5660
t-shirt Bershka, short jeans Animale, mochila Fjällräven, tênis Converse All Star, meia do Mickey comprada na Disney